Bom dia Tarso!!
Lá vai.
Aos 14 anos me apaixonei por um moço, ficamos juntos por 6 anos. Depois ele foi embora e cada um foi viver sua vida. Casei, ele casou.
Agora há uns meses atrás, depois que comecei fazer o Imensa Vida, ele me apareceu, me procurou e me disse que gosta muito de mim, e que ele queria que a gente ficasse junto.
Não aceitei por ele ser casado e eu também.
Ele insistiu e me propôs que a gente se encontrasse, mas não aceitei novamente.
Confesso que a vontadinha de vê-lo é muita, e vejo como isso tá mexendo comigo. Voltou todo aquele sentimento de anos atrás. Penso sempre nele.
Que enrascada.
Sou casada há 27 anos, o marido é um ser humano bom mas ele não é nada familiar. É seguro ao extremo. Egocêntrico de pequenas à grandes coisas. Vê televisão nas horas vagas. Minha nora um dia chegou a falar que ele já é um móvel da sala. Ele não se toca e fica do mesmo jeito. Ele tem muitos cachorros para cuidar. Até meu filho fica com ciúme dele com os cachorros. Não temos vida sexualmente ativa.
O meu filho está mexendo com drogas, quase me enlouqueci com isso.
E a um tempo atrás, esse meu filho pegou nas coisas do pai, um vídeo com homens transando.
A coisa só complica.
Da minha parte nunca tive sexo com mais ninguém. Já pensava que nem ligava mais pra isso, aí aparece esse homem e me diz que sempre me desejou e coisa e tal.
Já comecei a ver o sexo de outra maneira.
Na verdade não sei o que é um sexo bem prazeroso e isso agora começou a me fazer falta. Eu queria que fosse com esse homem com quem vivo, mas isso no momento me parece impossível. A minha vontade é de sair correndo e cair nos braços desse homem. Com ele me sinto mulher.
Me dá um help.

______

Querida amiga.
Vc está do jeito que o diabo gosta. Aqui olhando pra lá.
Nem lá nem cá.
Um marido apagado, um casamento apagado, uma história apagada que faz o filho acender uns negocinhos. Considere que ele pode estar fazendo isso por vcs. Um filho beta, precisa sentir e ser sentido, e quando algo o tira dos sentidos saudáveis, ele se arrisca nos não saudáveis. Ele pode estar carregando o peso da família. Peso que imobiliza o marido. Peso que está empurrando vc para algo com mais leveza com esse moço.
Entende ?
Vc sabe que precisa de uma terapia de casal urgente. Vc sabe que vai ter que mexer nessa estabilidade dele, que pode estar enrustindo outros assuntos. Tem que ver, não dá pra dizer é isso ou é aquilo. Tudo estaria abafadinho e morno se não fosse o aparecimento milagroso desse moço, que se não rolar nada, já fez um grande serviço de chacoalhar os estáveis, os acimentados. Acordou em vc a vontadezinha de fazer amor, bom, quente e gostoso, ao qual vc tem direto, desejo e faz parte da vida. Primeira coisa, agradeça ao moço. Diga a ele: sua aproximação está levando a um profundo olhar sobre a minha vida. Convide-o a fazer o mesmo. Se não ele também se enrosca mais em vez de desenroscar.
No tocante ao seu filho, agir imediatamente. Diga pra ele. Não precisa mais carregar o piano das dificuldades familiares, agora senta e toca !
Diga para o marido estou buscando terapia para mim, se eu fosse vc buscaria também, pois estou saindo da caixinha, quero ter uma vida sexual prazerosa, e se vc não se habilitar, pode perder seu posto. Estou mudando o modo de ver a vida. Sou útil, posso fazer muitas coisas, sou inteligente, sei ser autônoma, estou me preparando para ser terapeuta. Como é que eu vou atender uma pessoa que “se arrasta” se eu me arrasto mais ainda ? Se eu estou toda engessada, como posso ser útil para alguém que quer caminhar ?
Hummmmm
Querida amiga,
Vc tem tudo o que precisa.
Quanta Água!!!
Só falta uma coisinha aqui outra ali.
Bora fazer o que precisa ser feito.
Mas não descarte esse candidato retornado, deixa ele no formol mais um pouco, rsrs, enquanto isso vc se cuida.
Tá ?
Abraço pra vc
Me mantenha informado.
Use um código:
Tirei do gelo, se resolver com o marido.
Tirei do formol, se for com o outro.
Abraço apertado.

Deixe uma resposta